As estratégias adotadas com relação ao modelo de ensino durante a pandemia da COVID-19, não são as mesmas pelos países mundo à fora.

A maioria dos países, mantêm as escolas abertas, mesmo com a retomada dos casos de contágio.

Vejamos no link abaixo, a matéria disponibilizada pelo Folha Uol:

https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2020/12/maioria-dos-paises-mantem-escolas-abertas-mesmo-com-nova-alta-de-casos.shtml?utm_source=mail&utm_medium=social&utm_campaign=compmail

A pergunta que se faz é, qual o sentido em manter as instituições de ensino fechadas, considerando que já é de conhecimento científico que, crianças com até 10 anos de idade, muito pouco transmitem o vírus e, por outro lado, outras inúmeras atividades comerciais estão liberadas para funcionamento, mesmo que de forma parcial?

Os órgãos públicos não devem se omitir às aglomerações ocasionadas em bares, restaurantes, eventos festivos, shoppings, praias, praças e etc. Ou será que alunos e professores, em ambiente adequadamente controlados e higienizados, durante poucas horas por dia, representam mais perigo de contágio?

A responsabilidade é de todos, e todos devem zelar pela sua saúde, sem descuidar em momento algum da saúde do outro.

Leave a comment

5 × cinco =